Google dá conselhos de Natal às marcas

Google dá conselhos de Natal às marcas

A google pretende ajudar os retalhistas portugueses a preparar a época festiva, quer assegurando que comunicam de forma mais correta com os seus clientes, quer incentivando a que se destaquem da concorrência. Podemos dizer, que hoje em dia, os consumidores estão mais conectados pelos seus smartphones do que alguma estiveram, por estes serem de mais fácil acesso. Mas, se o seu website demorar mais de 3 segundos a carregar é certo que será abandonado.

Portanto aqui ficam alguns conselhos, dados por Fionnuala Meehan , VP EMEA da Google Marketing Solutions.

  1. As pessoas continuam a comprar em loja física mas pesquisam o que pretendem nos seus smartphones, por isso quando chegam à loja já sabem o que necessitam. No últimos dois anos, em Portugal, a pesquisa mobile relativamente a “onde comprar” cresceu 188%.
  2. Agora em dezembro um dos produtos mais procurados é o papel de embrulho. Sendo que, entre os dias 24 e 30, as pilhas (talvez devido aos brinquedos) sofrem um aumento de procura. E perante esta realidade, Fionnuala Meehan aconselha a que as marcas olhem para as suas keywords e ajustem os anúncios às datas em que a procura por certos produtos é maior;
  3. Em Portugal, as pesquisas mobile para encontrarem a “melhor marca” ou a “marca ideal” cresceram 187% nos últimos dois anos (por exemplo: a melhor marca de champô ou melhor marca de ténis). Além disso, as pesquisas mobile por “listas de compras” e “checklists” saltaram 311% no mesmo período, pelo que poderá ser boa ideia os retalhistas anteciparem as necessidades dos consumidores ao disponibilizar produtos e serviços em conjunto;
  4. Mostre às pessoas o que há na loja (literalmente). O quarto conselho de Fionnuala Meehan passa por dar todas as informações ao cliente, incluindo se o artigo que estão a comprar online está de facto disponível, e quanto tempo demorará a chegar: 41% dos shoppers dizem que as lojas deveriam partilhar os seus níveis de inventário;
  5. Personalizar a experiência. Quando fazem pesquisas, os shoppers esperam encontrar resposta para as suas perguntas e esperam que essas respostas sejam ajustadas às suas necessidades específicas. Na altura do Natal, são recorrentes as pesquisas mais específicas como é o caso de “presentes para colegas de trabalho” ou “presentes para cabeleireiros”. Nos últimos dois anos, as pesquisas mobile por “presentes” subiram 149% em Portugal;
  6. Não se esqueça dos compradores de última hora. Pesquisas por “aberto agora” cresceram seis vezes no mobile desde 2016 e pesquisas por “entrega no mesmo dia” cresceram 200%. Dados como estes mostram que os clientes que deixaram os presentes para o último dia procuram retalhistas capazes de resolver o seu problema.

Fonte: https://marketeer.pt/2018/11/23/google-da-conselhos-de-natal-as-marcas/